sábado, 9 de outubro de 2010

"Meu Deus, me dá a mão, me cura de ser grande." (Adélia Prado)



A criança que mora "dentro" de nós

anda adormecida...

Nossos olhos andam perdendo o brilho,

a magia de ver ser e sentir...

De nascer a cada dia,

criar, sonhar e acreditar ...

É hora de acordar essa criança que dorme,

porque ser "adulto" não pode e nem deve

ser sinonimo de ser rude, áspero...

A realidade nem sempre é branda, sabemos.

As vezes é cruel , espanta , cansa...

Façamos um pedido a Deus

neste exato instante:

"Que prevaleça em nós o espíriyo de criança"


Postar um comentário