domingo, 11 de abril de 2010

Te amei em silêncio...
Experimentei a dor da ausência
orgulho, arrogancia, indiferença...
Por tanto tempo alimentei a esperança
Sua ausência fêz-se saudade
Mas o tempo passou e dentro de mim
a compreensão enfim
Sua indiferença? Total ausência de lembranças
Orgulho? Imaturidade
Arrogância? Não sei...
Sei apenas que a vida lhe exigiu mudanças...
Postar um comentário