domingo, 30 de junho de 2013

"Ela aprendeu chorando, chorando mas aprendeu, que precisava silenciar seu coração,parar de sentir tanto,de querer tanto. Foi dormir mais cedo..."



Ainda que gritassem os seus  pensamentos, preferiu silenciar e sair de cena...
Saiu de cena  para equilibrar-se e entender o seu íntimo.
De nada adiantava  fazer escolhas e tomar decisões importantes em confusão mental.
E então ela colocou suas ideias em ordem, manteve o foco e acalmou a alma com sons livres...
Ainda vive o encanto escondido no silêncio das palavras...

 
 

 
Postar um comentário