quinta-feira, 2 de maio de 2013

"Amar é ultrapassarmo-nos." Oscar Wilde



Já madruguei olhando as estrelas pensando em você,
já lidei com a tua onipresença nos momentos de distração; lá estava você,
naquele céu cinza, naquele mar calmo, naquele trem silencioso...
Também já me iludi na esperança de trafegar por entre seus pensamentos...
Quem sabe um dia tenha até pensado...
Mas isso já não importa , a vida seguiu...
O que a gente sentiu, e foi bonito fica, mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas,
certos momentos nem o tempo apaga. Dá saudades!
Uma saudade que faz os olhos brilharem, quando o pensamento traz a tona o que se viveu...  
Não importam os anos, certas coisas simplesmente permanecem...
Sim! Permanecem...
Permanecer não é obsessão, tão pouco insano!
É amor!
Amor, que transcende, purifica, enternece...