sábado, 24 de março de 2012

Último capítulo. "Porque a vida é isto: uma mistura de sonhos e cores, flores e risos."





Os caminhos mudam. È preciso entendê-los.
"Tudo começa na hora certa. Nem antes nem depois.
Somente quando se está pronto para iniciar algo novo é que as coisas acontecerão."  



Íxia mudava a cada dia. Sentia-se mais ela mesma.
 Menos menina. Mais inteira.
A maturidade permitia-a desapegar-se de certos comportamentos repetidos.
Estava tomada pela leveza, andar parecia mais fácil.
Agora já guardava as cartas na gaveta ao invés de guardá-las no pensamento.
Fechava a gaveta... Ainda que a chave estivesse lá...
A afinidade entre ela e Lótus crescia.
A verdade é que ninguém entra em nossa vida por acaso,
e todas as pessoas que interagem com a gente têm algo para nos ensinar.
O inicio não foi tão simples, Íxia precisou de tempo para olhar pra dentro de si,
compreender os sentimentos, sentir o mundo para sentir a si própria. Reencontrar-se.
Eram diferentes. Enquanto era movida a urgências, Lótus era paciente,
sabia o que queria e esperaria o tempo que fosse preciso para conquistá-la;
e ela aos poucos ia deixando espaços vazios a ser preenchidos,

espaços que Lótus com seu amor sincero
verdadeiro, preenchia com carinho e respeito...
Íxia nunca tivera tanta certeza de ter encontrado a pessoa certa.
Sabia, estava construindo uma história de amor. Real.
Uma historia que parecia ja escrita no livro do destino.
Lótus em momento algum dissera

 "Caminhe  comigo porque este é o melhor caminho a seguir"
Deixava-a livre para descobrir que aquele caminho era de carinho e sinceridade e que caminhar juntos era muito bom e prazeroso.

O tempo passou...


Casaram-se.
Construiram juntos uma família linda na presença e amor de Deus.
Tiveram três filhos abençoados.
Não faltaram  problemas,  sobraram atitudes de amor.
Colheram as rosas, experimentaram os espinhos.
Nunca mais viu Lírio.
Teve noticias que se casara pouco depois dela com uma mulher especial inteligente e sábia.
O destino não quis que ficassem juntos ,mas permitiu aos dois, encontrarem

pessoas especiais.
Talvez ele nem se  lembre mais de Ixia, ou  talvez quem sabe se lembre

e sinta por ela o mesmo sentimento que ela sente por ele: afeto, respeito e carinho.
Viveram uma história bonita, que o tempo não apaga...
Até porque não se apaga da memória uma história tão bonita.
Um romance entre duas crianças que tiveram a oportunidade de se encontrarem
e  descobrirem o amor: puro, terno e doce.

FIM

Postar um comentário