segunda-feira, 19 de março de 2012

Pausa Poética...



Sim!
Quero o teu amor
Terno, sincero,presente.
Sim em palavras e gestos.

Sim ao diálogo.
Teus passos encontraram os meus
que agora seguirão os teus.
Entre nós,cumplicidade;
Afeto,carinho
Compreensão e fidelidade
Construiremos uma família
Eu e você.
Ano 1984


"Ainda que eu fale todas as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor sou como o bronze que soa ou o sino que retine... mesmo que tivesse toda a fé a ponto de, transportar montanhas, se não tiver amor, não serei nada.
Apóstolo Paulo
 
Postar um comentário