domingo, 18 de setembro de 2011

Eu sei...

O ontem ficou na estrada do tempo...
Tempo de descobertas, encontros e despedidas...
O mais bonito disso é que nesse caminho ficaram as flores...
O perfume, a beleza, até os espinhos...
E ainda hoje balança a" árvore" da nossa vida.
O galho?
Não se desprendeu , ainda se alimenta de sua raiz..
A raiz?
Alimenta-se das folhas
Que nem mesmo o vento forte conseguiu arrastá-la ...
Os frutos?
São doces...
O ontem?
Consciente!
Não descansará à sua sombra...
Postar um comentário