sexta-feira, 29 de julho de 2011

"Lembro-me do passado, não com melancolia, mas com a sabedoria da maturidade que me faz projetar no presente o belo que não se perdeu." Lya



Suas mãos tocaran as minhas num instante mágico...
seus olhos castanhos

prenderam os meus
S
eus lábios por detrás de seu sorriso timido, não roubou-me um beijo...
Nossas ternuras apenas se misturaram e nem foi num abraço...
Apenas emoções em
desalinho,
coração em sobressalto...
Seria um instante de amor?
Sei dizer não...
Apenas me permito hoje sentir essa energia singular, sem remorso, sem julgamentos...
Apenas sinto...
E este sentir me renova
Como uma rosa que desabrocha...
Este sentir me ilumina,
como o sol que entra pela fresta da janela que sempre deixo aberta pra ouvir a melodia do seu canto...
SOME Não...
Postar um comentário