segunda-feira, 31 de maio de 2010

Momento de poesia...

Que fascínio tem os teus olhos
Que me tem cativo?
Que mistério tem as águas do teu mar
que atraem as águas do meu rio?
E eles correm
Atravessam montanhas
vales, colinas, corredeiras
só pra em ti desaguar
águas límpidas,
plantas , brotos
Peixes , espécies raras
só pra te enfeitar!

Aplauso do mês.

O aplauso vai para todas as mães do mundo.
Em especial :
Ivêta Paoli minha mãe, mulher de fé, simples,
terna, dedicada e despreendida.

Dila: Minha sogra. Mulher Forte, guerreira.
dedicada, solícita.

Vai também para uma pessoa muito especial, uma amiga.
Karla C França, assistente social da Prefeitura de Goval.
Parabéns pelo seu empenho e profissionalismo

domingo, 30 de maio de 2010

Viver a dois só se é possível através do amor e pelo amor.

Encontrei ontem um ex aluno.
Um rapaz simpático. Inteligente, positivo, questionador.
Quando meu aluno, um pouco irreverente.
Hoje mais sutil.

O admirava porque não aceitava tudo o que lhe era imposto sem questionar.
Disse que acompanhava o meu blog. Fiquei lisonjeada é claro.
Pediu-me que escrevesse sobre as vantagens de continuar casado com alguém que não se suporta mais dividir o mesmo espaço. em nome dos costumes; tradições e religião.
Vou chamá-lo de meu lindo, como chamava a todos meus alunos, inclusive ele.
Eu sei que muitos jovens asseguram que não vêem nenhuma razão para se casarem, menos ainda para permanecerem casados. Posso compreendê-los perfeitamente, mas não tenho a mesma opinião.
Quanto ao pedido, infelizmente não será possível.
Como posso falar das vantagens de continuar casado com alguém que já não se suporta dividir o mesmo espaço, em nome das tradições, costumes ou religião?
Não!
Não acredito que exista outro motivo para viver a vida a dois senão o sentimento chamado AMOR. Viver a dois só se é possível através do amor e pelo amor.
O que eu posso dizer é que nestes 26 anos de casamento eu não estaria mais vivendo o matrimônio se estivesse apenas atendendo às expectativas dos outros, das convenções, dos costumes. tradições e religião
Vivo a realidade do casamento. Estou colhendo as rosas mas sei dos espinhos.
Quem disse que viver a dois é fácil?
O que acontece é que a gente costuma investir em tudo; no trabalho, amizade, e não investe no afeto a dois. Se buscamos aperfeiçoar nosso trabalho, reciclar nossos conhecimentos, estudar e alcançar metas, porque não procedemos da mesma forma em nosso casamento?
Não vou mentir dizendo que não me importam as tradições, como casar na igreja por exemplo. Me casei de acordo com os costumes da religião católica da qual fui criada.Era um sonho meu, me casar na igreja, de vestido branco e tudo mais. Isso não significa que eu vá exigir dos meus filhos que se casem como me casei.Gostaria sim que se casassem como manda o figurino, mas eles farão suas escolhas. e eu saberei aceitá-las.
Um dia desses. ouvi uma palestra do Padre Fábio de Melo,( ser humano iluminado); Dizia que a celebração do casamento é presidida por um ministro, e confirmada pela igreja, mas quem celebra são os noivos. Se os noivos não assumem o sacramento todos os dias ele vai acabar. Deus une, mas a união exige o empenho humano.
A verdade é que antes de qualquer decisão, há de se saber que um casamento é sobre tudo uma decisão que precisa ser pensada. São pessoas diferentes, com culturas diferentes, e criações diferentes, que vão morar sobre um mesmo teto, e constituir uma família, a base da nossa sociedade.
Pra terminar, diria que o casamento é alegria, vida!
Não o casamento de aparência, de fachada imposto por convenções.
Ou a "prisão" usando como justificativa os filhos, mas que na verdade é pura covardia com os próprios.
Quando digo esforço, quero dizer empenho.Posso dizer por experiência própria. O esforço vale a pena. Sinto isso quando vejo minha família sentada à mesa de café, ou mesmo na sala conversando. Percebo a harmonia entre os meus filhos e o pai. A felicidade deles em perceber a união e o amor entre nós dois.
E então agradeço a Deus por ter nos dado paciência, por ter sustentado o nosso casamento e principalmente por a gente não ter desistido um do outro nos momentos mais difíceis.
Talvez tenhamos tido muitos motivos pra nos separar , mas hoje estou convencida de que temos muito mais que 2010 motivos pra continuar juntos e vivenciar o o nosso amor. AMÉM.


"É acreditando nas rosas que as fazemos desabrochar" France , Anatole

Não vou mentir, já repeti frases feitas como:
" No início do relacionamento tudo é melhor.
"
Não repito mais essa frase feito papagaio, não comungo desta opinião, e não considero verdade esta expressão.
O passar dos anos pode ser muito bom para o relacionamento, vai depender da dedicação, zêlo, prática, envolvimento e disposição de criar juntos uma história de amor, viver cada dia um romance melhor.
Derrepente, viver ao lado da pessoa amada pode ser ainda melhor do que no início do relacionamento., porque o tempo cria intimidade, cumplicidade e profundidade; já que depois de um tempo de relacionamento já se conhece bastante coisas a respeito um do outro.
Para manter sempre em aprendizado e preciso não cair no erro de achar que já sabem tudo.
Há sempre um aprendizado novo sobre o outro e o amor que os une.
"Podemos passar uma vida inteira sem nos conhecer em profundidade, e na maioria das vezes é o que acaba acontecendo na vida das pessoas, porque haveria de ser diferente com a sua relação?
Permita-se surpreender. Olhe nos olhos da pessoa amada. Não perca o bom hábito de dizer “eu te amo”. Aprendam juntos novas coisas. Viajem. Dance.
Viva o hoje, sempre, sempre e sempre!"
É preciso não esquecer de que os pequenos gestos do dia a dia podem fazer a diferença, "precisamos ser a melhor versão de nós mesmos" e manter sempre uma atitude positiva, sorrir, alegrar o ambiente e fazer o outro sorrir. o sorriso faz parte do amor e como faz!

Música linda.

Milton Nascimento

Composição: Márcio Borges e Lô Borges

Cheguei a tempo de te ver acordar
Eu vim correndo à frente do sol
Abri a porta e antes de entrar
Revi a vida inteira

Pensei em tudo que é possível falar
Que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem, desejos vitais
Pequenos fragmentos de luz

Falar da cor dos temporais
Do céu azul, das flores de abril
Pensar além do bem e do mal
Lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer

Pensei no tempo e era tempo demais
Você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz
Virou minha cabeça

Eu simplesmente não consigo parar
Lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar
O ribeirão em braço de mar

Você vai ter que encontrar
Aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração
Bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar,
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer




quinta-feira, 27 de maio de 2010

Momento de poesia...

Pra você...

Sinto a tua presença,
como se eletron fosse
Partículas sintonizadas
Fios de encaixe Simultãneos,
tranbordando de energia.
Posso tocar-te, sentir.
Celebro a atração desses raios
Ora azul, cor de mar,
infinito...
amarelo, cor de ouro,
jóia rara...
verde, cor da esperança,
vida...
rosa, cor de romance,
ternura...
Ou brasa, cor de vulcão.
Ilusão.
Eu sei, sinto!
Nosso querer é recíproco
"Absoluto é o dom de existir,
milagres do amor".





quarta-feira, 26 de maio de 2010

"Sem o esforço da busca, é impossível a alegria do encontro"



Antes mesmo de trocar as alianças, do lado direito para o esquerdo, é preciso que o casamento aconteça dentro de nós.
Casar também não é uma garantia de "viver até que a morte separe"
Pra que o casamento dê certo é necessário cuidar dele, assim como cultivamos uma planta.
Se a semente plantada, não tomar sol, não receber água, cultivo necessário para crescer, ela pode morrer...
Assim é o nosso casamento, se não estivermos dispostos a nos empenhar , cuidar dele todos os dias, ele vai perder a força e pode morrer. "Casamento é o compromisso de aprender a resolver as brigas, as rusgas do dia-a-dia de forma construtiva, o que muitos casais não aprendem, e alguns nem tentam aprender."
Quando colocamos as alianças de "casados" no dedo esquerdo, lado da emoção do cérebro que está ligado à afetividade, significa dizer que
já não estamos mais sós, alguém está junto de nós pra caminhar,partilhar, construir e tomar decisões, JUNTOS.
Que bom se pudéssemos encontrar alguém perfeito pra compartilhar nossas alegrias e dores, mas sabemos que cada ser humano é único, com seus defeitos e qualidades; este é o desafio do casamento, aprender a lidar com as diferenças e também com as imperfeições do outro no dia-a-dia, fazendo os dois o melhor que se pode fazer, empenhados no mesmo objetivo, construindo o melhor relacionamento possível com quem a gente trocou as alianças prometendo amar para sempre.

De acordo com a história, A palavra aliança surgiu por volta do século XV, na França.
Mary de Burgundy foi a primeira noiva da história a usar uma aliança como sinal de amor e união duradoura.
A forma circular do anel, sem começo nem fim, seria um prenúncio da continuidade do amor e devoção ao longo da vida do casal.
O costume de usar o anel no dedo anelar da mão esquerda parece ligado a uma crença antiga. Acreditava-se que nesse dedo existia uma veia que ia direto para o coração. O dedo anular esquerdo tornou-se, assim, o dedo da aliança de casamento em diversas culturas.
Costumes, tradições, aliança de ouro branco, amarelo, ou mesmo de diamantes não significam nada se o casal não estiver disposto a vivenciar o "casamento", ou seja, viver a conquista diária, o perdão, a mudança.
Estamos vivendo um tempo de "desistências", o divórcio tem sido estimulado como solução para as crises no casamento, no entanto a gente sabe que o divórcio não é uma sábia solução para casamentos em crise, mas um sério agravante, um outro problema que na maioria das vezes, traz profundo sofrimento e frustração, deixam seqüelas devastadoras a curto, a médio e a longo prazo.
A aliança conjugal não termina quando as crises chegam,nem a vida conjugal é uma união experimental.
Casamentos estáveis resultam em famílias, e sociedades saudáveis.
A solução para o casamento e para a família não está nos modelos falidos da sociedade pós-moderna, mas na eterna e infalível Palavra de Deus.


terça-feira, 25 de maio de 2010

Casamento não deve ser um fardo...


Casar é muito mais que "juntar as escovas", é estar diante do outro "exatamente como é" com qualidades e imperfeições. Há momentos em que bate uma sensação de que não vamos dar conta porque nossas imperfeições parecem muito mais, focamos muito mais os defeitos do que as qualidades; e então, a vida a dois se torna um martírio, uma tortura.
Um desentendimento bobo hoje, outro amanhã, uma cobrança, uma crítica, cansaço, falta de dinheiro, doença na família; enfim, pequenas situações que, juntas, se transformam em mágoas, desafetos, falta de compreensão; tornando-nos completamentes desmotivados a continuar juntos.
Neste momento é que o casamento torna-se um peso, fardo difícil de carregar.
Mas é o casamento um fardo?
Acredito que não! Pelo menos não deve ser.
Devemos nos libertar de rancores, mágoas ou arrependimentos, são sentimentos
incompatíveis com o Amor.
Quanto mais nos preocupamos em julgar o outro, menos chance damos para que o amor verdadeiramente aconteça em nossas vidas. Tudo o que o amor nos dá mesmo quando envolve algum tipo de sofrimento
é a possibilidade de uma transformação e uma renovação interna.
Não temos o poder de controlar a realidade de modo a evitar que os problemas surjam, mas precisamos descobrir maneiras de lidar com eles.
Temos que ser capazes de analisar a situação e decidir de maneira calma e objetiva como enfentá-la, desta forma os problemas deixarão de ter a magnitude que tem. e com certeza vislumbraremos saídas, desde que estejamos abertos à essa enegia amorosa que nos ampara,nos aproxima, nos envolve.
O casamento precisa de cuidado.
Nenhum casal é feliz automaticamente. A felicidade precisa ser construída com inteligência e muito esforço. Não há casamento ideal nem conjugues perfeitos. Todo casamento precisa de renuncia e investimento.
"Precisamos ser generosos nas palavras, bondosos nas ações e puros nas intenções, se queremos fazer do casamento uma fonte de alegria."

sábado, 22 de maio de 2010

" A vida requer cuidado. Os amores também."

Amor,
Vamos acordar de bem com a vida
Eu vou te dizer de novo "Te amo"
Você vai sorrir e dizer "Eu também"
Vou ouví-lo atentamente, admirada
"Todo homem ama ser admirado,
este é o segredo."

Talvez reclame de alguma coisa, como de costume,
Do pente, do sabonete, da escova e da pasta de dente...
Vou fingir que não ouvi, pra não me indispor logo pela manhã...
Vamos sentar à mesa, tomar juntos o café da manhã,
mesmo que meu tempo esteja curto para tantas tarefas,
eu sei que você gosta,e é oportuno para o diálogo...
Vou ter o cuidado de adoçar menos o café,

Então dirá: - Delícia de café, acertou o ponto hoje...
Vou aproveitar a deixa e, sem o tom crítico,
dizer:
- Amanhã quero tomar o seu.
Talvez não aconteça amanhã, nem depois de amanhã...
Mas com certeza vai acontecer...
Como sempre, vou levá-lo ao portão,
Vai se despedir com um beijo carinhoso e dizer: "fica bem"
Vou devolver-te o beijo, "Você também", mais uma
vez vou me estender
(Sempre "digo" mais que você)
"Se cuida, se policie, se acalme, ouça seu coração,

seu espírito generoso, pratique seu dom da paciência,
e seu "espírito diplomático"...

E então você vai sorrir "largo" e dizer: "Farei isso!"
Vai prometer chegar o mais depressa possível...
Vou prometer te esperar...

" A vida requer cuidado. Os amores também.
Flores e espinhos são belezas que se dão juntas.
Quem quiser levar a rosa para sua vida tem
que saber que com ela vão inúmeros espinhos.
Mas não se preocupe.
A beleza da rosa vale o incômodo dos espinhos... Ou não."


sexta-feira, 21 de maio de 2010

O Nível do amor

Como vai o seu nível de amor?
Você anda amando bem e sendo bem amado?
Será que você está vivendo todo o potencial
de amor que você tem direito?
Será que está aproveitando cada segundo de vida para amar de verdade?
Será que você esta pronto para receber muito amor?

Comecemos pelo começo,
como será que anda seu pensamento em relação ao amor?
Será que você está preso a uma relação do passado,
acreditando que seria feliz se fosse com aquela pessoa que
há pouco tempo atrás te deixou de maneira esquisita?

Será que você continua amarrado a um sonho com medo
de ser feliz agora? Ou será que você já assumiu a carapuça do
"eu não nasci para ser feliz no amor"
e tá aceitando qualquer gorjeta da vida,
ou seja "qualquer traste serve", e vive se arrebentando
em amores frustrados,
vazios, onde só você enxerga "um grande amor"... ?
Mais uma vez o medo de assumir as rédeas da sua vida,
e a criação de um mundo imaginário, e impedem de viver um grande amor.

Mas, pode ser que você esteja vivendo uma relação apagada,
com alguém que você se acostumou, com alguém que você acredita ser totalmente dependente, seja financeira ou espiritualmente, sim,
porque tem gente que acredita que está junto com outra só por causa
do Karma. Karma? "carma nada" !
Isso dá nos nervos!!!

Ah! mas tem você que ta aí quietinho só lendo e se escondendo...
é você que acabou um relacionamento e acha que nunca mais vai ser feliz,
sem "aquela pessoa" sua vida não tem graça, você não vive sem essa pessoa que te deixou na mão, e você nem sabe porque essa pessoa se foi,
vocês se amavam tanto, não era?
Era nada, foi um fogo de palha que queimou o que tinha pra queimar,
apagou e você esqueceu de tirar o seus pezinhos de perto.
Não foge não, essa história de "nunca mais" é pra boi dormir,
"nunca mais" é muito tempo para qualquer pessoa.

Acorda hoje para a vida e cobre a sua parte de felicidade do Universo,
você tem direito de ser feliz, tem direito à uma quota de amor maior
que você imagina, mas é preciso que você mude sua forma de pensar sobre suas qualidades, sobre você mesmo como ser único, entende?
Acredite que você merece ser feliz e mude tudo!

Se tudo vem dando errado, muda tudo.
Pinta o cabelo de azul ou roxo, pinte as unhas, troque sua roupa,
se você é conhecida como pessoa bondosa e santa vire um sexy-simbol,
uma pessoa desejada.
Arrebenta tudo, muda de ponto, pegue ônibus errado,
saia do Chat e vá para a vida, parque, cinema, teatro, etc.

Ame-se e dê uma chance para seu anjo te ajudar!
É hoje o dia!
Dê um "OFF " em tudo que é ruim!
Ame-se mais!
(Paulo Roberto Gaefke)

O dia da conquista...

"O amor é uma conquista"
Aprendi ao longo dos anos que é preciso conquistar.
É tão interessante como a gente deixa passar despercebido no outro que está ao nosso lado;
palavras...
Olhares...
gestos...
Emoções...
Vivemos apressados. Trabalho, rotina...
Focamos os problemas...
Perdemos a sensibilidade, a magia do "instante"...
A chance de torná-lo interessante, prazeroso...
Ficamos presos aos "contras"
e nem percebemos os "prós "
são tantos...
Esquecemos de que o coração se alimenta de pequenas manifestações de amor:
uma palavra de carinho, um gesto terno, um olhar atento, passeio de mãos pelo cabelo,.
Um beijo manso de despedida no portão...
Gestos que fazem acender a luzinha, chamas do amor...
Tão bom sentir a conquista,
Tão bom conquistar...
Hoje, vamos criar o dia da conquista...
Te convido a convidar.
Convide seu companheiro(a) para um passeio a dois.
Use seu poder de sedução...
Faça um programa que há muito tempo não faziam...
Andar de mãos dadas...
Tomar um sorvete...
Curtir um cinema...
Um jantar a dois...
Faz parte e faz falta...

quarta-feira, 19 de maio de 2010

"NÃO HA ESCURIDÃO MAIOR E MAIS ASSUSTADORA PARA UMA CRIANÇA E PARA A HUMANIDADE DO QUE A FALTA DE RESPEITO PELOS SEUS DIREITOS". (by Marta Serrat)

Origem:
O 18 de Maio foi instituído pela Lei Federal Nº. 9970/00 como do Dia Nacional de Luta contra o Abuso e a Exploração sexual. A motivação para criação de uma data, como mais um elemento de reforço ao enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, foi criar capacidade de mobilização dos diferentes setores da sociedade e dos governos e da mídia para formação de uma forte opinião pública contra a violência sexual de criança e adolescente. Por outro lado a intenção é estimular e encorajar as pessoas a denunciarem/revelarem situações de violência sexual, bem como criar possibilidades e incentivos para implantação e implementação de ações de políticas públicas capazes de fazer o enfrentamento ao fenômeno, no âmbito do combate à impunidade e de proteção e promoção às pessoas em situação de vítimas ou vitimização, conforme estabelece o Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Criança e Adolescente.

A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973 em Vitória-ES um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas 08 anos de idade que foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta daquela cidade. Esse crime, apesar de sua natureza hedionda prescreveu impune.

Desde a criação da Lei do 18 de maio a sociedade civil organizada promove atos de mobilização social e política na perspectiva de avançar no processo de conscientização da população sobre a gravidade da violência sexual e ao mesmo tempo impulsionar a implementação do Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Criança e Adolescente, aprovado pelo CONANDA em 2000 no marco dos 10 anos do ECA.

A partir de 2003 a mobilização do 18 de maio passou a ser coordenada conjuntamente pelo Comitê Nacional e o governo federal por meio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, contando com a parceria da Frente Parlamentar dos Direitos de Criança e do Adolescente do Congresso Nacional.

(http://www.inesc.org.br/agenda/18-de-maio-dia-nacional-de-luta-contra-o-abuso-e-exploracao-sexual-de-criancas-e-adolecentes/)

sexta-feira, 14 de maio de 2010

“Voce muda pela consciencia, ou voce será mudado pelas consequencias” (KEN O’DONNEL)

Compartilhar a vida a dois não é fácil.
Não há príncipes encantados e cinderelas;
o que verdadeiramente existe são pessoas com qualidades e defeitos, maneiras de pensar e reagir diferente sobre a mesma situação.
"Nos tornamos um só". (Ouvi isso a vida toda) Não concordo com a afirmação.
Cada um tem uma forma de olhar e perceber o mundo à sua volta. Compartilhar em harmonia implica aceitar nossos defeitos, eventuais erros e respeitar o espaço do outro.

Fácil? Não. Difícil D+.
É preciso aprender a superar um tanto de coisas,
dentre elas, o ciúme, problemas financeiros, familiares, etc.
Não há como fugir dos problemas, eles surgem a todo instante e de todos os lados...
A questão é, Ou aprendemos a superar os problemas e fortalecer a relação, ou estaremos fadados a viver infelizes e ressentidos.
Problemas não colocados "à mesa", discutidos e resolvidos, ficam suspensos, como uma munição guardada para ser descarregada a qualquer momento sem dó nem piedade...
Algumas cicatrizes ficam difíceis de curar, e em alguns momentos o ódio toma o lugar do amor...
Não existem fórmulas nem mágicas para se viver um casamento o que existe são construções feitas a partir de uma tomada de consciência de que não se deve exigir perfeição de si mesmo e nem do outro, diálogo franco para externar suas insatisfações de forma a não cultivar ressentimentos, fantasmas e mágoas, identificar os os próprios erros afim de corrigi-los...
Casamento pode dar certo?
Quer saber? Não tenho respostas...
Apenas posso dizer que ando tentando,
Aprendendo, desaprendendo e aprendendo de novo...
"Vivendo um dia de cada vez".
Por hora, não penso em desistir...


Casamento....


Na nossa história de casamento devemos aprender olhar através das imperfeições do(a) esposo(a)...olhar através dos erros cometidos, além dos limites que são humanos. Acho que é como se tentássemos nos apaixonar de novo todos os dias, procurar mais nos reencantar com as qualidades e menos nos ressentir com as falhas do outro. Acredito que isso deve ser o verdadeiro amor: um “exercício de descobrir o que o outro tem de mais lindo, mas também de mais vergonhoso. Amores perfeitos só existem nas projeções. Ou nos jardins...”
(Pe Fábio).

TEMPO DE AMOR....


O nosso casamento e a nossa família é uma grande escola do amor!! Nessa escola há dias de muitas alegrias e outros em que deveremos driblar as imperfeições e aprender com as dificuldades...são nesses momentos que devemos viver a dinâmica da “ressurreição”...deixar ressurgir a paixão...deixar dominar o amor que vive e vence em nós, assim seremos menos impulsivos, mais pacificadores, os olhares vão ganhando novo brilho e “a vida vai ficando eterna”
(Pe Zezinho).

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Música e poesia...

Poesia
Quando te encontro
Inundo-me na luz dos teus olhos
No calor do teu beijo ousado
tímida, embaraço
Um amor que ilumina
paixão que fascina
Sonho bom de sonhar...
................................................
Música
Meu coração.....não sei porque

Bate feliz.....quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim....foges de mim
Ah se tu soubesses
Como eu sou tão carinhoso
E muito muito que te quero
E como é sincero meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim
Vem, vem, vem, vem.........
Vem sentir o calor dos lábios meus
À procura dos teus
Vem matar esta paixão
Que me devora o coração
E só assim então
Serei feliz, bem feliz.
Meu coração.....não sei porque
Bate feliz.....quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim....foges de mim
Ah se tu soubesses
Como eu sou tão carinhoso
E muito muito que te quero
E como é sincero meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim
Vem, vem, vem, vem.........
Vem sentir o calor dos lábios meus
À procura dos teus
Vem matar esta paixão
Que me devora o coração
E só assim então
Serei feliz, bem feliz.
Meu coração......

Música: Carinhoso
Autoria:Pixinguinha e João de Barro

sábado, 8 de maio de 2010

"Uma mãe entende mesmo o que um filho não diz."


Mãe
Trouxe-nos à vida
Ensina-nos a viver
Seu amor sem dimensão,
Sua presença constante
em cada capítulo de nossas vidas
Se traduz numa palavra: doação
Sua força, seu amor nos direciona
Permitiu-nos ser crianças
Impulsionou-nos a crescer
Deu-nos asas...
Simples, forte, segura
Exemplo de despreendimento
Eterna doadora de amor
Fez-nos sempre acreditar no amor de Deus
No SIM de MARIA
Mãe, não podemos expressar em palavras
o tamanho do nosso amor por você
Nem citar todas as suas qualidades de mãe e ser humano...
Queremos agradecê-la por tudo
Pelo esforço, carinho e dedicação
a todos nós seus filhos: 12
Temos orgulho de chamá-la MÃE!

Eu não sabia da dor...

Foto de Bruno Silva
Galeria Pública Paisagem Natural

Eu não sabia da dor...
Lenta
Aguda
Invisível
Silenciosa...
Dor que não se escreve, nem descreve
Corta como estilhaços de vidro
cada centímetro do corpo
Emborca
Comprime o peito
Desanda o coração
... Agora eu sei.




Sou uma flor
Quero luz,
energia,
brilho e cor...
Uma desesperança
me irrita, inquieta
acusa, me cansa...
Vale a pena viver nesse jardim
com minhas pétalas caídas?
Marés Vidas. Foto de José Canelas

Buscar a outra margem?
Impossível
Antes, é preciso reconstruir
a ponte que nos liga a nós mesmos...

Hoje,
Não quero rosas
Não quero o toque
O desejo,
o beijo,
o afago...
Não quero palavras,
murmúrios
ruidos
fluidos...
Quero estar só...
em meu silêncio
Se eu chorar?
talvez um lenço...
Desculpe-me,
Como posso hoje
cuidar de ti

Se não consigo cuidar de mim?

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Não importa os julgamentos
palavras que ferem
silêncio que ignora
O que realmente importa é o coração
Este, só Deus alcança.
O resto; são apenas suposições, deduções...

"Imperfeito, necessito de tolerância dos outros, também hei-de tolerar os defeitos do mundo, até encontrar o segredo que me permita remediá-lo.»


Cada ser humano tem a sua forma de pensar e enxergar a vida, por isso toda convivência humana é conflitante. Conviver em harmonia exige o exercício da tolerância, virtude que abre espaço para qualquer entendimento.
Quando tolerantes somos mais flexíveis em dialogar, ceder e ouvir o outro; o que não significa concordarmos ou não com o que pensam.
mas aceitar que existem divergências de opiniões.
O texto da Declaração dos princípios da Tolerância, ( Unesco 1995) ) diz:
"A prática da tolerância significa que cada pessoa é livre para escolher suas convicções e aceita que seu semelhante possa usufruir da mesma liberdade".

Não é difícil encontrar pessoas que possuem verdades e certezas, que se fecham para tudo o que se apresenta diferente ou incompreensível ao seu esquema conceitual.
Mas o que é verdade?
Um dia desse ouvi do meu filho mais velho,
(um ser humano com alto grau de tolerância) uma frase que me chamou a atenção: "Basta que eu me coloque no lugar do outro"E foi além. Praticar o mandamento "Amar ao próximo como a ti mesmo"
"Fazer aos outros o que quereríamos que nos fizessem"

A verdade é que uma pessoa sábia, sem fanatismos e verdades absolutas, duvida de que seja ela a primeira a saber o limite do bem e do mal, tem dentro de si a compreensão de que a verdade é uma busca perene e é preciso respeitar opiniões contrárias às suas.
Reconhecer, claro, que a tolerância pára no limiar do crime.
Ainda tenho uma mala " bagagem" que pesa, trazida ao longo do tempo.
Aos poucos vou jogando no lixo o que é lixo, aproveitando o que é bom...
Ando refletindo mais, evitando julgar pessoas ou acontecimentos preciptados.
Tentando adotar uma atitude mais aberta aos estilos diferentes de vida.
Tentando aceitar as outras pessoas como são.
Buscando ser mais tolerante comigo mesma, com os outros também...
Fácil?
Não!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Difícil pra caramba!

terça-feira, 4 de maio de 2010

Te desejo vida ...


Te desejo o céu... azul
o mar... infinito
A terra... firme
O ar... puro
A poesia ... pura magia.

Amigos!


Meu coração experimenta "alta"
Somos sim, AMIGOS!
Enquanto amigos, harmonia!
Amizade e amor é assim:
confiança e generosidade
Erros?
Não errar nunca Desumano impossível
O amor - o que conheço tem asas voa
Pousa à minha janela
Encontro encanto
Terno é seu olhar
Pouco e triste o seu canto
Delicada a melodia...
Por instantes,
aguça sentidos,Inflama,
Respira inspira
Apagam se as chamas...
Este é o meu amor que te tem amigo

Um istante só. Permanência
Eterno enquanto durar as asas do pensamento
Porque amizade e amor andam sempre juntos...
Houve um tempo
em que meu coração de menina,
ingênua e apaixonada
acreditava que pousaria
eternamente à minha janela

Te esperei tanto ...
As vezes nem dormia
contando as estrelas
Fazendo pedido à lua...

Voe alto amigo pássaro...

A luz que emana dos teus olhos
embora
estejam tristes, alcança-me...
Transbordo de emoção
Crio asas Posso sonhar
Tocar o céu
Gotas de felicidades respingam em mim...
Meu coração te recebe: livre
Atente-se meu pássaro amigo
Há conflitos no chão
Perigo nas alturas
Vôe, alto
Mas nunca se deixe distanciar
do teu céu "interior"




domingo, 2 de maio de 2010

Colhemos as rosas, mas sabemos dos espinhos...


"...Ainda que eu falasse a lingua dos anjos e a dos homens, se eu nao tivesse amor nada seria..."

I Corintios Cap 13

Quando nos encontramos,

não tinha os pés no chão
vivia apenas uma ilusão...
Você mostrou qualidades em mim
que eu ainda não conhecia.
Me fez perceber tantas coisas
Desarmou o meu coração
gerou em mim uma energia pura e positiva
me fez compreender que
"amor não deve apenas queimar, mas aquecer"
Nosso amor é real
Descobrimo-nos todos os dias
Conquistamo-nos...
Colhemos as rosas,
mas sabemos dos espinhos...


Nos teus olhos atentos o alento pleno
Nos teus braços o abraço o abrigo
Nos teus lábios palavras sinceras
O beijo, o desejo
No teu corpo, o amor o aconchego
Em nós a plenitude do encontro
semente do amor
Nunca nos sentimos sós...


Posso contar com você
Na alegria tristeza
medo certeza
Se assim não fosse, como seria?




sábado, 1 de maio de 2010

Tempo de reflexão...

Tela de Hermínio PIO

Introspecção
Um rio, um barco,
Razão emoção
Existência, insistência
Encontro
Doce recanto, abrigo
Um pouco de céu, ar,
de mim...
Limão, mel,
medos, segredos
Força e fé
Asas vôos, sonhos e paz...

Momento de poesia...


Cai a chuva devagar...
A sensação de terra molhada
me encanta
Chuva que molha a terra, produz vida
faz Brotar sementes...
Sinto a presença terna de Deus
que anima, restaura, edifica
E se a chuva continuar
vou me permitir "criançar"
Correr na chuva
deixar-me molhar...
Os pingos intermitentes dessa chuva
Me acalma, alenta, me faz renascer
Sentir o ritmo da vida,
Perceber,que além dessa estrada,
que meus olhos alcançam
Há um mundo de possibilidades
Quero ter asas, voar,
Acreditar nos sonhos,
ter metas, idais a alcançar...
Escolher caminhos, caminhar
Transcender os mistérios
Aprender os contrastes
Retirar os excessos
Perdoar os enganos,
Absorver o amor
Amar...