domingo, 3 de outubro de 2010

Encontros...

Te encontro
Me encanto
Foge de mim a lucidez
a emoção rouba-me a sensatez,
O coração sobressalta.
Por um instante o desejo
do beijo,abraço,afago.
Contenho-me em tempo
censuro minhas intenções
Diante de mim a sua timidez
Crio palavras, mas todas me fogem...
E eu?
Paralizada, diante de ti...
O que existe entre nós?
Apenas um cenário de lembranças
paisagens que não existe mais,
castelos de sonhos construidos ao longo do tempo
Fantasias fluem como procissão
antigas saudades guardadas na memória
eternizadas no corpo e coração.
Lágrimas correm pelo meu rosto
Não lhe peço nada
além de um beijo tímido no rosto
e perdão...
Explicar-te a emoção?
Te vi pelo retrovisor...
Postar um comentário