domingo, 19 de setembro de 2010

Primavera, tempo de poesia

Descobri teus olhos
Neles, a inspiração, a poesia
que sobrevive às quatro estações

Espera no outono...
Se guarda no inverno...
Explode no verão...
Renasce na primavera...
Postar um comentário