domingo, 13 de junho de 2010

Saindo do casulo...


Aprendemos com as borboletas a magia da "transformação",
O casulo, um refúgio, tempo de reflexão.
Há o momento certo de rompê-lo,
sair da imobilidade, do escuro.
Esquecer o murmúrio,
Sentir a energia, o calor
a brisa, o perfume da flor...
Voar...
Um grande desafio
"Sempre além...
Sempre acima...
Sempre melhor..."
SIM ao vôo!
Sim á vida!
Descobrimos, somos borboletas!
Postar um comentário