domingo, 27 de junho de 2010

Deixe-me sonhar...


Vem,
Vamos à praia
Ver o por do sol
Correr de mãos dadas
Fazer castelos de areia
E então você vai rir
do meu coração desenhado na areia...
Dentro dele, nossos nomes
Vai ter vontade de fazer o mesmo
Não vai se permitir...
Ligo não, compreendo seus limites
enxergo teu coração...
A onda vai apagar o meu desenho na areia
Destruir nosso castelo
Mas as lembranças
nada e ninguém pode apagar...
Moram no corpo e na alma...
Postar um comentário