sexta-feira, 14 de maio de 2010

“Voce muda pela consciencia, ou voce será mudado pelas consequencias” (KEN O’DONNEL)

Compartilhar a vida a dois não é fácil.
Não há príncipes encantados e cinderelas;
o que verdadeiramente existe são pessoas com qualidades e defeitos, maneiras de pensar e reagir diferente sobre a mesma situação.
"Nos tornamos um só". (Ouvi isso a vida toda) Não concordo com a afirmação.
Cada um tem uma forma de olhar e perceber o mundo à sua volta. Compartilhar em harmonia implica aceitar nossos defeitos, eventuais erros e respeitar o espaço do outro.

Fácil? Não. Difícil D+.
É preciso aprender a superar um tanto de coisas,
dentre elas, o ciúme, problemas financeiros, familiares, etc.
Não há como fugir dos problemas, eles surgem a todo instante e de todos os lados...
A questão é, Ou aprendemos a superar os problemas e fortalecer a relação, ou estaremos fadados a viver infelizes e ressentidos.
Problemas não colocados "à mesa", discutidos e resolvidos, ficam suspensos, como uma munição guardada para ser descarregada a qualquer momento sem dó nem piedade...
Algumas cicatrizes ficam difíceis de curar, e em alguns momentos o ódio toma o lugar do amor...
Não existem fórmulas nem mágicas para se viver um casamento o que existe são construções feitas a partir de uma tomada de consciência de que não se deve exigir perfeição de si mesmo e nem do outro, diálogo franco para externar suas insatisfações de forma a não cultivar ressentimentos, fantasmas e mágoas, identificar os os próprios erros afim de corrigi-los...
Casamento pode dar certo?
Quer saber? Não tenho respostas...
Apenas posso dizer que ando tentando,
Aprendendo, desaprendendo e aprendendo de novo...
"Vivendo um dia de cada vez".
Por hora, não penso em desistir...


Postar um comentário