sábado, 1 de maio de 2010

Momento de poesia...


Cai a chuva devagar...
A sensação de terra molhada
me encanta
Chuva que molha a terra, produz vida
faz Brotar sementes...
Sinto a presença terna de Deus
que anima, restaura, edifica
E se a chuva continuar
vou me permitir "criançar"
Correr na chuva
deixar-me molhar...
Os pingos intermitentes dessa chuva
Me acalma, alenta, me faz renascer
Sentir o ritmo da vida,
Perceber,que além dessa estrada,
que meus olhos alcançam
Há um mundo de possibilidades
Quero ter asas, voar,
Acreditar nos sonhos,
ter metas, idais a alcançar...
Escolher caminhos, caminhar
Transcender os mistérios
Aprender os contrastes
Retirar os excessos
Perdoar os enganos,
Absorver o amor
Amar...
Postar um comentário