domingo, 11 de abril de 2010

Deixou-nos o tempo suspensos no silêncio
Senti o teu, mudo.
Exercitei o meu...
Por tanto tempo impressões, emoções
Sentimentos "guardamos"
Doeu em mim o silêncio que não partilhamos
Que seria o fio de esperança...
Desistimos de nós. Perdemo-nos
Teus olhos se despediram dos meus
Os meus nunca se despiram dos teus...
Postar um comentário